Tags

Outras Publicações

Ginga - A Marca da Família Angolana

Como tratar pés ressequidos

Depois de muito salto alto, sabrinas e sandálias, nada melhor do que dar um descanso a eles que nos conduzem a todos os lugares, a partir do momento em que damos os primeiros passos.

Rachaduras, calosidade, ressequimento, aspereza é o que fica depois de um verão certo? Errado, pois não se pode descuidar nunca da pele, seja de que parte for do nosso corpo, então vale a pena falar um pouco dos tipos de hidratação para os pés, e cuidados diários.

Mantê-los hidratados é fundamental, embora muitas de nós não gostem do efeito “gorduroso” que o hidratante deixa nos pés.

E o que se pode fazer nesse sentido? O uso de gel hidratante é o mais indicado, deixa uma sensação de frescor e maciez, além de hidratar é claro. O uso do exfoliante uma vez por semana, contribui para a retirada de células mortas, pois o acumular das mesmas não permite a ação do gel ou hidratante.

Receita caseira que ajuda muito:
. 10 comprimidos de AS infantil

. 100 ml de água oxigenada volume 10

. 100 ml de vaselina líquida

Dissolva os comprimidos na água oxigenada, adicione a vaselina líquida, misture bem e aplique nos pés à noite, coloque uma meia se possível.

O AS provoca uma descamação extra na pele dos pés, a água oxigenda faz a assepsia e a vaselina líquida protege os pés do ressequimento, vale a pena tentar.

Esses cuidados você pode fazer em casa, agora há casos em que é necessário o trabalho de um podólogo, pois a calosidade é muito grande e o ressequimento existente requer o trabalho de um profissional da área. O aumento de peso também contribui com ressequimento e calosidade, então a forma de evitar esse tipo de problema é manter uma alimentação saudável, tomar muita água e dar uma olhadinha pra baixo de vez em quando.

Como tratar pés ressaquidos

Fonte: Mulher Negra e Cia