Entrevista com Cris Viana Jul18

Tags

Outras Publicações

Ginga - A Marca da Família Angolana

Entrevista com Cris Viana

Após o sucesso da Dagmar de “Fina Estampa”, novela da Rede Globo, Chris Vianna viu sua carreira decolar e foi alçada ao patamar de estrela. Recebeu propostas de campanhas publicitárias, ensaios fotográficos e até um convite inesperado, que ela prontamente aceitou. No ano que vem, vai substituir a eterna Luiza Brunet no cobiçado posto de rainha de bateria da Imperatriz Leopoldinense.

Entrevista com Cris Viana

Como se já não bastasse tantas novidades, Chris está no elenco da nova novela das 21h, “Salve Jorge”.

Confira a entrevista da Revista Afro com a atriz!

 Revista Afro: Como é a sua personagem em Salve Jorge?

Chris Vianna: A Júlia é uma designer que divide o apartamento com a personagem da atriz Flavia Alessandra, Érica. Ela é muito sonhadora e desencanada com os detalhes da vida. A Julia se envolve com o Elcio (Murilo Rosa), que é capitão do exército e tem umas diferenças com a Érica. Ela percebe que a amiga sempre chega em casa reclamando dele, mas mesmo assim, se envolve com o cara e não se encoraja para contar à amiga.

RA: Como é trabalhar com a Glória Perez?

CV: Estou muito feliz por estar realizando mais um trabalho com essa escritora maravilhosa. Comecei na TV fazendo América, que também era dela, numa pequena participação e agora voltar com a Julia é muito bom.

RA: E é verdade que você é a nova rainha de bateria da Imperatriz?

CV: Sim! É verdade. Eu fiquei muito feliz com o convite, aceitei de coração. Acho que vai dar certo. Sobre a fantasia, já disse que preciso de algo leve e confortável.

RA: É muita responsabilidade substituir a Luiza Brunet?

CV: A Luiza é uma pessoa incrível e elegante. É uma função que a gente pega com carinho e respeito.

RA: E como você está conciliando a rotina de gravações com os ensaios?

CV: Não há motivo para preocupação quanto aos ensaios da escola. Conversei com todos lá e expliquei que estava iniciando este trabalho na novela. Com isso, minhas participações nos ensaios vão diminuir, mas todos me entenderam muito bem.

Fonte: Revista Afro