Noite de Música, gastronomia e dança para celebrar o Dia de África em Lisboa Mai15

Tags

Outras Publicações

Ginga - A Marca da Família Angolana

Noite de Música, gastronomia e dança para celebrar o Dia de África em Lisboa

A Conexão Lusófona apresenta, a 23 de Maio, a segunda edição das “Noites da Conexão”, que terá lugar no Clube Ferroviário, em Lisboa. O evento visa assinalar o Dia de África, que se celebra a 25 de Maio.

Noite de Música, gastronomia e dança para celebrar o Dia de África em Lisboa

“Noites da Conexão” é um evento que integra o Festival da Lusofonia de Lisboa, coorganizado em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa e UCCLA. Segundo a organização, e tirando partido do bom tempo que faz em Lisboa nesta altura, a programação tem início ao fim da tarde, no terraço do Clube Ferroviário, com um desfile de moda africana ao som dos Irmãos Makossa, num “dj sunset”. Ainda ao ar livre, segue-se o jantar com um menu recheado de paladares africanos e o primeiro concerto da noite: Chalo Correia Quarteto percorrerá o terreno fértil da música tradicional angolana com Semba, Rebita ou Kilapanga, numa roupagem contemporânea.

A animação nos intervalos continuará a cargo dos Irmãos Makossa. Segue-se depois um concerto do projecto Samsu Band, que trará uma dose de “electrifying Afro-Fusion”, cheio de ritmos profundos, “hypnotizing kora” e arranjos frescos, com influências modernas do jazz e das músicas do mundo. A celebração continuará ao som do Afro Baile dos Celeste Mariposa, que no fim da sua actuação fecharão a noite com uma batalha tribal sonora com os Irmãos Makossa.

O propósito das Noites da Conexão é projetar a cultura do espaço lusófono durante todo o ano, em complemento ao concerto dedicado à cultura lusófona que a associação organiza anualmente, que junta no mesmo palco artistas oriundos de todos os países da CPLP, informa a organização em comunicado.

A Conexão Lusófona é a primeira organização de jovens provenientes de países de língua oficial portuguesa que se dedicam às causas da integração, construção e projecção da identidade cultural lusófona. Esta organização tem como objetivo criar um sentimento generalizado de identificação e pertença à Lusofonia.

Fonte: Banda Sapo Angola