Tags

Outras Publicações

Ginga - A Marca da Família Angolana

Protagonistas brancos são trocados por atores negros em ação em Londres

A naturalidade com que nos relacionamos com a presença quase que exclusiva de pessoas brancas como protagonistas dos grandes filmes de Hollywood é proporcional à surpresa com que as pessoas do bairro de Brixton, em Londres, vem reagindo ao trabalho do grupo Legally Black, ou Legalmente Negro.

 

Protagonistas brancos são trocados por atores negros em ação em Londres

Os quatro jovens ativistas atentam para a pouca representatividade negra e a maneira como os negros são retratados pela grande mídia substituindo nos cartazes de filmes famosos os protagonistas brancos por pessoas negras.

Protagonistas brancos são trocados por atores negros em ação em Londres

A frase que legenda cada um dos cartazes explica precisamente a motivação da ação: “Se você está surpreso, significa que você não está vendo rostos negros o suficiente em papeis principais”. Curiosamente o impacto que os cartazes vem provocando nas ruas de Brixton não é uma iniciativa somente do grupo Legally Black: outro grupo de ativistas, o Special Patrol, depois de conhecer os cartazes através da internet, decidiu apoiar a causa levando-os para as ruas e instalando nos pontos de ônibus e estações de metrô do bairro.

 

A frase que legenda cada um dos cartazes explica precisamente a motivação da ação: “Se você está surpreso, significa que você não está vendo rostos negros o suficiente em papeis principais”. Curiosamente o impacto que os cartazes vem provocando nas ruas de Brixton não é uma iniciativa somente do grupo Legally Black: outro grupo de ativistas, o Special Patrol, depois de conhecer os cartazes através da internet, decidiu apoiar a causa levando-os para as ruas e instalando nos pontos de ônibus e estações de metrô do bairro.

A frase que legenda cada um dos cartazes explica precisamente a motivação da ação: “Se você está surpreso, significa que você não está vendo rostos negros o suficiente em papeis principais”. Curiosamente o impacto que os cartazes vem provocando nas ruas de Brixton não é uma iniciativa somente do grupo Legally Black: outro grupo de ativistas, o Special Patrol, depois de conhecer os cartazes através da internet, decidiu apoiar a causa levando-os para as ruas e instalando nos pontos de ônibus e estações de metrô do bairro.

Filmes como 007, Harry Potter, Bridget Jones e Titanic ganharam as ruas de Londres nessa nova versão criada pelo Legally Black, que apoiou o gesto do Special Patrol.

Protagonistas brancos são trocados por atores negros em ação em Londres

Protagonistas brancos são trocados por atores negros em ação em Londres

“Nós queremos basicamente uma melhor representação dos negros na mídia”, disse Liv Francis-Cornibert, um dos jovens do grupo (em alguns dos cartazes é essa frase que se lê). A ideia do projeto é apontar para essa desigualdade através da sátira, ressaltando que o ponto não é transformar um filme ou produto cultural branco em uma versão negra de fato e literalmente, mas sim abrir espaço para que elementos da cultura negra também possam ser representados na grande mídia.

Protagonistas brancos são trocados por atores negros em ação em Londres

Protagonistas brancos são trocados por atores negros em ação em Londres

“Qualquer pessoa de cor deve se sentir representada com precisão na mídia” comentou, frisando por isso o sucesso atual do filme “Pantera Negra”.

Protagonistas brancos são trocados por atores negros em ação em Londres

Apesar de se tratar de uma sátira, um dos cartazes pode se tornar realidade: cada vez mais especula-se que o ator John Boyega, estrela dos últimos Star Wars, pode se tornar o primeiro James Bond negro da história. Tomara – para uma franquia que, convenhamos, anda cansada, um tanto repetitiva e anacrônica, tal decisão seria uma aposta certeira.

Apesar de se tratar de uma sátira, um dos cartazes pode se tornar realidade: cada vez mais especula-se que o ator John Boyega, estrela dos últimos Star Wars, pode se tornar o primeiro James Bond negro da história. Tomara – para uma franquia que, convenhamos, anda cansada, um tanto repetitiva e anacrônica, tal decisão seria uma aposta certeira.

Apesar de se tratar de uma sátira, um dos cartazes pode se tornar realidade: cada vez mais especula-se que o ator John Boyega, estrela dos últimos Star Wars, pode se tornar o primeiro James Bond negro da história. Tomara – para uma franquia que, convenhamos, anda cansada, um tanto repetitiva e anacrônica, tal decisão seria uma aposta certeira.

 

Fonte: Hypeness